Dra. Alice Jaruche

Seguir

Contato

Tel: (11) 3090-4092

WhatsApp: (11) 99862-7023

Endereço

R. Iguatemi, 354 - cj. 91 - Itaim Bibi, São Paulo - SP, 01451-010, Brazil

Responsável técnica: Dra. Alice Jaruche - CRM 139871/SP

CICATRIZES E QUELÓIDE

Existem vários tipos de cicatrizes, umas ficam muito salientes, outras deprimidas e muitas vezes elas desaparecem. Essa variação tem relação com o que causou a cicatriz, mas também com a predisposição genética.

Então, antes de qualquer procedimento cirúrgico ou colocação de piercing, é interessante se perguntar como é a sua forma de cicatrização, através de ferimentos ou cirurgias prévias para poder evitar resultados inestéticos. 


Os negros, por exemplo, tem uma tendência maior a formarem queloides, que são cicatrizes bastante elevadas, isso ocorre, pois os fibroblastos, células que promovem a elasticidade e força são maiores na pele negra e produzem mais colágeno, o resultado é um excesso de pele na região que deve ser cicatrizada. Por outro lado, essa condição genética faz com a pele negra demore mais para mostrar os sinais de envelhecimento, permanecendo bonita por mais tempo. 


Existem diferentes tipos de tratamentos para prevenir e tratar as cicatrizes após procedimentos cirúrgicos, confira alguns:

- Substâncias injetáveis para evitar o estiramento
- Betaterapia, esse método é muito indicado para cicatriz de cesárea
- Cremes cicatrizantes com proteção solar
- Placas de silicone
- Tratamento a laser 
- Infiltração de corticoide se a cicatriz estiver elevada